RUDOLFO

by RUDOLFO

/
  •  

1.
2.
02:45
3.
4.
01:55
5.
04:26
6.
01:31
7.
8.
01:46
9.
03:45
10.
03:25

about

Sometimes creating what you like means destroying your own self.

credits

released 05 October 2012

All tracks written and performed by RUDOLFO.
------------------------
Track 3 with guest vocals from STRAY.
Track 5 has a sample from the movie "AMERICAN NINJA 2"
Track 9 has a sample from the first episode of "FLCL" and every member of Cafetra Records plays or sings something.
Track 10 with guest vocals from Álvaro Silveira. Guitar by Mary. Drums by Ricardo Martins.
------------------------
Recorded and Mixed by Luís Azevedo at Soundcrate Studio
Mastered by Ghuna X at The Environment
-------------------------
Cover by RUDOLFO. More art at: www.rurucomix.wordpress.com
-------------------------
Dedicated to Per "Dead" Ohlin for the cover inspiration, and to Crica for being the nicest mermaid princess.
-------------------------
Thanks to Monster Jinx and Cafetra Records.

tags

license

all rights reserved

feeds

feeds for this album, this artist
Track Name: CONTAGEM DECRESCENTE
Cento e dez quilómetros
Linhas ferroviárias
Viagens solitárias
Sessenta minutos de ansiedade

Vou esperar outra vez ( x666 )
Track Name: SUBITAMENTE
Subitamente,
Na minha mente,
Algo diferente,
O caos, o Pânico,
Sacríficio satânico,
SUBITAMENTE

Estou farto, desses barões
Pedem pra tocar, nem sequer dão tostões
Prometem fama, prometem multidões
Eu só vejo moscas, eu sozinho aos trambolhões (x3)


Subitamente,
Na minha mente,
Algo diferente,
O caos, o Pânico,
Sacríficio satânico,
SUBITAMENTE

Subitamente,
A tua ausência é-me indiferente,
O caos, o Pânico,
Sacríficio satânico,
SUBITAMENTE
Track Name: BALAS PERDIDAS
Com jogos de tiro colunas rebentar,
Estes hipsters querem todos me matar,
Dão-me facadas até eu sangrar,
Não percebem que me tou a cagar,
"Olha o queimadito ali a disparatar",
Dizem eles pensam que estão a gozar,
A inteligência não os deixa reparar,
Que o inverso aconteceu até me fartar

POW POW POW SWAG ( x666 )

Otakus falam sem fazer sentido,
Falam sempre dum mal sucedido,
Acreditam em fontes que dizem "é ruido",
Nem se deram ao trabalho de ter ouvido,
No fundo têm alguma razão,
Estão habituados a coçar colhão,
A mãe dá-lhes tudo pra mão,
Só saiem de casa pra ir ao Japão


POW POW POW SWAG ( x666 )

( Rappers, querem-me odiar
Hipsters, querem-me odiar
Otakus, querem-me odiar
Doraemons, querem-me odiar )
Track Name: DESCOMPLEXIDADE
Três anos de existência,
Mais dois formam cinco de diferença,
Uma unidade que não dispensa de todo a minha crença,
De o infinito desejar,
A descomplexidade de aturar,
Algo do qual não me vou fartar,
Nem em mil anos sequer separar.
Track Name: UNIÃO
No cosmos,
Os planetas alinham-se

O universo faz-me acreditar,
A união nunca vai acabar,
Mesmo q'isso acabe por acontecer,
Noutra vida vai ter de suceder
Track Name: MORTE
( Que a luz se junte num último suspiro,
dá-me a tua mão, aceita este desafio
pousa o teu rosto no meu colo de garça
deixa o mundo, deixa essa farsa... )

Nunca deves separar o que deus mandou juntar,
Disse o padre até eu o parar de escutar,
Deixei-me ir tempo demais nesta cena de merda,
A escuridão dominou, encontrei a luz superei a perda.

( Que a luz se junte num último suspiro,
dá-me a tua mão, aceita este desafio
pousa o teu rosto no meu colo de garça
deixa o mundo, deixa essa farsa... )

Afundei-me nos vapores do álcool até ter ilusões,
Um dia vi uma loba e senti a paixão de mil corações,
Tudo aquilo que chegaste a destronar,
Inesperadamente tudo se voltou a recuperar.

( Que a luz se junte num último suspiro,
dá-me a tua mão, aceita este desafio
pousa o teu rosto no meu colo de garça
deixa o mundo, deixa essa farsa... )

[ Instrumental ]

( Substitui o oxigénio pelo enxofre
aquece os pulmões com o sabor agridoce
de volta ao útero materno
para o derradeiro repouso eterno
Cubro-te com o negro lençol
e canto-te esta de cantiga de morte
esquece o sol e o teu pranto
deixa-te ir, aceita a tua sorte
este é o teu novo recanto
deixa-te ir, aceita a tua morte )